Anterior

ANTERIOR

CONJOOAD 2020 encerra com 762 conversões e 634 batismos no Espírito Santo

04/03/2020

Próximo

PRÓXIMA

Mais de mil mulheres no Encontro Nacional de Esposas de Ministros da Assembleia de Deus

10/03/2020

Assembleia de Deus

Assembleia de Deus em Campinas mobiliza mais de 1300 líderes

Treinamento de impacto aconteceu na quinta-feira (5) com o tema ´As sete áreas de influência´

Fonte: AD Campinas (SP) / Fotos: Kaique Brito | 06/03/2020 - 17:00
Assembleia de Deus em Campinas mobiliza mais de 1300 líderes

A Igreja Assembleia de Deus em Campinas (SP), liderada pelo pastor Paulo Freire Costa, reuniu no dia 5 de março em sua sede, mais de mil e trezentos líderes para um treinamento de impacto como tema: "As sete áreas de influência". O evento foi coordenado pela Comissão de Apoio Político da Igreja que é dirigida pelo pastor Daniel Alves Bueno.

Na abertura dos trabalhos, o pastor Paulo Freire Costa, que também exerce o mandato de deputado federal, falou da alegria em receber praticamente toda a liderança da Igreja para a largada de uma verdadeira maratona que vai marcar o ano de 2020 como o "ano do crescimento" em todas as áreas da igreja e, principalmente, do crescimento da vida ministerial de cada obreiro do Senhor Jesus.

O palestrante foi o pastor Carlos Eduardo Guimarães, líder geral dos jovens da AD em Campinas e supervisor de um dos 13 setores de trabalho do campo eclesiástico na cidade. Com muita desenvoltura, o tema abordado abriu a visão dos participantes em relação ao compromisso com a obra de Deus em tempo integral, ou seja, dentro e fora da igreja.

Na abertura, o pastor Eduardo Guimarães lançou a reflexão: "O que você pensa sobre Deus é mais importante do que o que você pensa sobre si mesmo?". Baseado nesta reflexão e no texto de Mateus 6.10 que diz: "Venha o teu reino; Faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu", ele iniciou o treinamento a partir da narrativa de um encontro profético entre Bill Bright, fundador da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo, e Loren Cunnighan, fundador da JOCUM. 

Nessa reunião, ambos entenderam uma visão que Deus os havia mostrado simultaneamente sobre uma montanha mais alta e sete montes mais baixos em sua volta. Nesse encontro, depois de contar um para o outro a mesma visão, entenderam o que diz o profeta Isaias em seu livro no capítulo dois e verso dois: "Nos últimos dias o monte do templo do Senhor será estabelecido como o principal; será elevado acima das colinas, e todas as nações correrão para ele". Eles chegaram à conclusão de que Deus quer que cada um de nós, seus seguidores, assumamos um ministério de tempo integral.

"Não podemos separar o vocacional do profissional. Eu posso ser um pastor ou um advogado e usar tanto minha vocação como minha profissão para exercer o ministério de tempo integral", declarou o pastor Guimarães. "Como membro de uma Igreja, eu passo aproximadamente seis horas por semana em reuniões no templo, entretanto, como profissional eu passo mais de 40 horas no trabalho. Meu ministério não deve ser exercido apenas enquanto estou reunido no templo. Eu preciso ser um ministro de tempo integral", completou o pastor Guimarães.

Para se exercer o ministério de tempo integral, é preciso conhecer as sete áreas de influência, a saber: Igreja, família, educação, governo, mídia, entretenimento e negócios. Em cada uma dessas áreas, Deus espera de nós uma ação proativa na afirmação do seu Reino na terra. "Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que há de se salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens" (Mateus 5.13).

Ao final da reunião, todos estavam convictos de que esta é a hora da Igreja assumir o seu papel e influenciar o mundo em todas as áreas com a doce Palavra de Deus. Neste momento, uma equipe com 60 multiplicadores está sendo preparada para levar esse treinamento para as 167 Congregações do campo eclesiástico de Campinas.