Anterior

ANTERIOR

SENAMI divulga a lista de projetos missionários aprovados pelo Conselho Consultivo de Missões

13/03/2020

Próximo

PRÓXIMA

Pastores brasileiros participam do Seminário `A Grande Comissão´, no Texas - EUA

13/03/2020

Assembleia de Deus

Ministrações temáticas norteiam segundo dia do 3º Congresso Infantojuvenil da CPAD

Plenárias desta manhã foram sobre a importância do planejamento para alcançar crianças e adolescentes e sobre o equilíbrio emocional do professor

Por Gilda Julio / Redação CPAD News - Fotos: Tiago Bertulino | 13/03/2020 - 14:30
Ministrações temáticas norteiam segundo dia do 3º Congresso Infantojuvenil da CPAD

O segundo dia do 3º Congresso Nacional de Educação e Evangelização Infantojuvenil da CPAD, realizado no novo templo sede da AD Ministério do Belém em São Paulo (SP), começou com o devocional às 9h30, mas desde cedo a fila para o credenciamento já era extensa e com um público cheio de expectativas, com mais de 1,3 mil inscritos até então.

A reunião matinal foi dirigida pelo diretor executivo da CPAD, Ronaldo Rodrigues de Souza. Ele lembrou que neste dia (13) a editora completa 80 anos e deu um breve relato histórico da empresa. Os adoradores da CPAD Music, Marcelo Santos, Lília Paz e Victorino Silva foram os responsáveis pela adoração através de louvores ao Senhor. 

A primeira plenária foi ministrada pelo pastor Alexandre Coelho, gerente de Publicações da CPAD, com o tema A importância de um currículo planejado para alcançar crianças e adolescentes. Pastor Alexandre alertou aos congressistas sobre a questão da linguagem correta para ensinar cada faixa etária. “É nosso desafio ter um currículo que seja contextualizado e que forma uma geração de crianças e adolescentes dispostos por Deus. A hora é essa! Samuel estava no templo vendo o desenrolar do culto dos adultos, mas ele não conhecia o Senhor. Não podemos, como professores, esperar que Deus manifeste às crianças, quando Deus deseja que Ele seja manifesto por meio do ensino adequado à sua faixa etária. Por isso a importância de se ter um currículo de Escola Dominical”. O preletor lembrou que “cada um deve fazer a sua parte, porque Deus é quem dá a vitória”. Ainda usando o tempo de ministração, fez uma explanação sobre as características de todas as revistas de Escola Dominical dirigidas aos públicos específicos.

A segunda plenária ficou por conta da psicóloga Elaine Cruz, com o tema Equilíbrio emocional para o professor. Elaine discorreu com muita propriedade sobre a importância do equilíbrio emocional para que professor seja exemplo neste mundo tão estressante e difícil. Ela também destacou a prioridade dos frutos sobre os dons, “porque seremos reconhecidos pelos frutos”.

Para  o dia de hoje ainda estão previstos para período da tarde os primeiros seminários e workshops, que discorrerão, entre outros assuntos sobre: o professor cristão e a prevenção ao abuso sexual; as pressões sofridas pelas crianças e adolescentes na sociedade pós-moderna; musicalização: uma ferramenta de ensino da educação infantil; a inclusão das crianças com necessidades especiais. À noite, a última plenária do dia será ministrada pelo pastor Douglas Baptista (DF), sobre o tema Ideologia de Gênero.