13/10/2011 14:05

Final do Estudo dos Sete Selos

O que a Bíblia Diz sobre a grande tribulação

5º SELO (6.9-11): CLAMOR DOS MÁRTIRES - JUSTIÇA
Quando ele abriu o quinto selo, vi, debaixo do altar, as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam.Clamaram em grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? Então, a cada um deles foi dada uma vestidura branca, e lhes disseram que repousassem ainda por pouco tempo, até que também se completasse o número dos seus conservos e seus irmãos que iam ser mortos como igualmente eles foram.


Enquanto o quarto selo ocupa-se com os acontecimentos lúgubres na terra, o quinto selo, descortina o clamor dos mártires nos céus.  Este quinto selo é um pedido tanto por vingança quanto por justiça (v.10). João afirma que como resposta a essa imprecação, foi lhes dado uma cumprida veste branca e que repousassem ainda por um pouco de tempo, até que se cumprisse o número dos irmãos que haviam de ser mortos como eles foram. Este selo revela tempos de perseguição religiosa sem igual. Todos que não professarem a religião do Falso Profeta serão mortos. Como já afirmamos haverá salvação durante o período da Grande Tribulação, e estes mártires aqui mencionados, são pessoas que não amaram suas vidas até à morte.
  
6º SELO (6.12-17):    TERREMOTO  -  ABALO CÓSMICO
Vi quando o Cordeiro abriu o sexto selo, e sobreveio grande terremoto. O sol se tornou negro como saco de crina, a lua toda, como sangue, as estrelas do céu caíram pela terra, como a figueira, quando abalada por vento forte, deixa cair os seus figos verdes, e o céu recolheu-se como um pergaminho quando se enrola. Então, todos os montes e ilhas foram movidos do seu lugar.  Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro, porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?.

Este selo descreve em linguagem descritiva e poética uma catástrofe cósmica. Esta linguagem é própria dos textos apocalípticos, por exemplo, Joel 2.31: “O sol se converterá em treva, e alua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor” (cf.3.14-15). Ageu descreve nos seguintes termos: “Ainda uma vez dentro em pouco, farei abalar o céu, a terra, o mar e a terra seca” (Ag 2.6). Isaías também participa desta tradição de textos apocalípticos: “Todo o exército dos céus se dissolverá, e os céus se enrolarão como um pergaminho; todo o seu exército cairá, como cai a folha da vide e a folha da figueira” (Is 34.4). Esta linguagem de catástrofes cósmica também se encontra nos lábios de Jesus: “o sol se escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento e os poderes dos céus serão abalados” (Mt 24.29).

Murray adverte que estes sinais escatológicos são por demais “regulares para considerá-los figurativos. Contudo, que eles não devem ser considerados demasiadamente literais, parece evidente do quadro do céu que foge ante o trono celeste, no desfecho da era milenária...” . LADD, afirma que nestes textos a:

forma de se expressar é “semi-poética”, isto é, a linguagem é simbólica e dificilmente pode ser tomada muito ao pé da letra. Por exemplo: Como, à luz do nosso moderno conhecimento da astronomia, podemos conceber estrelas caindo sobre a terra? Se sabemos que a abóbada celeste azul na realidade é uma ilusão ótica, como podemos imaginar o céu sendo enrolado como um pergaminho? A linguagem, no entanto, não é somente poética ou simbólica de realidades espirituais, mas descreve uma catástrofe cósmica real de caráter inconcebível para nós.
   

Segundo as linhas mestras destes textos encontramos:

a)    O Maior Terremoto da História Humana.

A humanidade tem sido vitima de grandes terremotos. O mais destrutivo segundo a opinião dos estudiosos ocorreu em janeiro de 1556 na China – quase um milhão de pessoas morreram vitimadas por esta catástrofe natural. O terremoto de São Francisco (EUA) de 18 de abril de 1906, foi igualmente terrível, matou setecentas pessoas e deu um prejuízo de mais de 500 milhões de dólares. Porém, este terremoto, será pior do qualquer outro que já tenha existido antes dele. Neste período milhões de pessoas serão mortas nas cidades e nos campos. Será um dia de grandes desastres e prejuízos à sociedade organizada. No entanto, no final da Grande Tribulação haverá um terremoto pior do que o do sexto selo (cf. Ap 16.18).

b)    O Maior Transtorno Cósmico da História.

É possível que o abalo cósmico descrito nestes textos seja resultado de uma guerra nuclear. O teólogo Hal Lindsey disse a respeito deste texto que:
 “ Sabe o que sucede numa explosão nuclear? A atmosfera retrocede sobre si mesma. É esta tremenda pressão do ar que volta a encher  o vazio o que causa muita da destruição numa explosão nuclear. As palavras de João neste versículo apresentam um quadro perfeito de uma guerra nuclear total. Quando isto ocorrer, João afirma que cada monte e ilha serão fortemente sacudidos. Todo o mundo vai ser literalmente abalado” .
O sol torna-se negro, provavelmente devido a alguma modificação atmosférica, resultante das armas nucleares. O saco de crina era feito de pêlos de cabra. Este tecido era usado tanto em dias de luto (Gn 37.34; Jl 1.8), quanto de penitência pelos pecados cometidos (1 Rs 21.27). As ilhas e os montes serão transtornados pelo poder destruidor destas potências nucleares.

c)    A Maior Reunião de Oração da História.
Este selo também descreve o quanto os homens deste período não aprenderam através dos juízos divinos, a render a Deus o arrependimento devido, mesmo reconhecendo a Deus como o agente causal destes juízos (vs.16,17). Todos são conclamados a orar, entretanto, evocam um clamor equivocado – aos montes. Possuem mais medo de Deus do que da morte. Clamam não pelo livramento divino, mas pela morte para que seus sofrimentos terminem. Mesmo em dor, a civilização da Grande Tribulação preferirá a morte do que retornar a Deus em sincero arrependimento. Isto mostra o quanto são iníquos.
Se entendermos este texto literalmente, talvez esteja implícito que o culto à natureza, tão difundido pela Nova Era e pelo misticismo oriental nos dias hodiernos, será um dos fundamentos da religião do Anticristo naqueles dias. Pois em vez de os homens direcionarem seus pedidos a Deus, dirigem-se a natureza.
        
 7º SELO (8.1-11.19): SETE TROMBETAS - JUÍZOS
  
  O sétimo selo desencadeia sete trombetas. Estas implicam em sofrimentos piores do que aqueles desencadeados pelos selos, e designam a intensificação dos juízos divinos. Vejamos a estrutura das sete trombetas:

 

11 comentário
Facebook Compartilhe

COMENTÁRIOS

  • De: Josenir Gonçalves

    Comentario: Felicitações por esse maravilhoso estudo. Já li muita coisa a respeito, mas nenhum é tão claro quanto o seu. Que Deus continue usando o irmão e a cpad para abençoar a igreja brasileira.
  • De: taiane

    Comentario: mais uma vez gostaria de expressar os meus agradecimentos por ilustrar estes selos, trazendo-os em uma linguagem simples e fácil de serem compreendidas, pois, os livros escatológicos os interpretam de uma forma complicada e cansativa. Aguardo novidades boas pesquisas!!!
  • De: missionária roberta deni

    Comentario: pastor tenho uma foto com o senhor qd o senhor veio ao amapá na conferencia da escola bíblica lhe disse que um dia queria ser como o senhor e o senhor me respondeu que deus é um realizador de sonhos lí na bíblia de aplicação pessoal o estudo que fala que os desviados n terão mais chance após o arrebatamento da igreja gostaria de saber se é verdade pois estou fazendo um curso livre estou no módulo de herminêutica e o livro que estamos estudando é o seu hermineutica fácil e descompli
  • De: missionária roberta deni

    Comentario: pastor tenho uma foto com o senhor qd o senhor veio ao amapá na conferencia da escola bíblica lhe disse que um dia queria ser como o senhor e o senhor me respondeu que deus é um realizador de sonhos lí na bíblia de aplicação pessoal o estudo que fala que os desviados n terão mais chance após o arrebatamento da igreja gostaria de saber se é verdade pois estou fazendo um curso livre estou no módulo de herminêutica e o livro que estamos estudando é o seu hermineutica fácil e descompli
  • De: missionária roberta deni

    Comentario: pastor tenho uma foto com o senhor qd o senhor veio ao amapá na conferencia da escola bíblica lhe disse que um dia queria ser como o senhor e o senhor me respondeu que deus é um realizador de sonhos lí na bíblia de aplicação pessoal o estudo que fala que os desviados n terão mais chance após o arrebatamento da igreja gostaria de saber se é verdade pois estou fazendo um curso livre estou no módulo de herminêutica e o livro que estamos estudando é o seu hermineutica fácil e descompli
  • De: Eduardo Vasconcelos

    Comentario: Pastor Esdras, seus estudos são maravilhosos. Tem coisas que eu não entendo, outras me sinto muito edificado. É confortável saber que o senhor trabalha na editora de nossa denominação.
  • De: Filipe Pereira

    Comentario: As vezes não acredito que essas coisas acontecerão. Acho que são indicios de várias tragédias aglutinadas na história em vez de fato futuros. De qualquer forma, valeu pelo ponto de vista da interpretação que me parece bastante fundamentalista e dispensacionalista, considerando os autores citados.
  • De: Uelington Souza

    Comentario: Deus continue iluminando sua mente, pastor esdras. Sou frequentador de seu blog, mas leio sempre os seus artigos no cpadnews. Meus parabéns por esse esclarecimento. Continue falando sobre o apocalipse de joão.
  • De: Emma Vasconcelos

    Comentario: Maravilhoso estudo. Não sou da assembléia de Deus, m as gosto dos estudos dos pastores da denominação. Maravilhoso.
  • De: Pb. Everton Luiz

    Comentario: Obrigado por esclarecer assuntos dessa magnitude. Deus continue te abençoando.
  • De: Pr. Antonio Soares

    Comentario: Ótimo comentário, pr. Esdras. Gostaria que o senhor continuasse o assunto, falando das taças .

COMENTE





COLUNISTAS

Fechar RECEBA INFORMATIVO
teste