Anterior

ANTERIOR

Mais oito pessoas morrem em confusão em Paraisópolis

02/12/2019

Próximo

PRÓXIMA

Anvisa aprova registro e venda em farmácia de remédios à base de maconha

04/12/2019

Giro pelo Brasil

Filho de Flordelis é levado para delegacia após tentar esconder celular em caixa de pizza

Ele tentou esconder o telefone, mas os policiais acabaram descobrindo o celular após fazerem ligações para o número

Fonte: Extra On Line / Foto: Reprodução/Instagram | 02/12/2019 - 11:20
Filho de Flordelis é levado para delegacia após tentar esconder celular em caixa de pizza

Adriano dos Santos, um dos filhos biológicos da deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD), foi conduzido para a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, na manhã deste sábado, ao tentar esconder um celular dentro de uma caixa de pizza. O episódio ocorreu enquanto a polícia cumpria mandados de busca e apreensão na casa de Luciano da Silva Gomes, sogro de Adriano e chefe de gabinete de Flordelis.

Adriano tentou esconder o telefone, mas os policiais acabaram descobrindo o celular após fazerem ligações para o número. A Dh esteve em endereços ligados a Luciano. Além da residente dele em Camboinhas, Niterói, os policiais estiveram no gabinete funcional de Flordelis no Centro do Rio e na sede do Ministério Flordelis no Mutondo, em São Gonçalo. Diversos bens foram apreendidos.

A operação faz parte das investigações do assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido de Flordelis, em junho deste ano. Além de chefe de gabinete da deputada, Luciano é pastor do Ministério Flordelis e era o melhor amigo de Anderson. No Facebook da vítima, Luciano consta como seu irmão.

Luciano tem salário de R$ 15.698,32 como secretário parlamentar de Flordelis. A mulher dele, Gleice Lourenço Gomes, também é lotada no gabinete da deputada com o mesmo cargo e mesmo salário. Eles chegaram na igreja de Flordelis e Anderson há cerca de 13 anos. A filha do casal, Marcele, é casada com Adriano, um dos filhos biológicos de Flordelis. Luciano também foi coordenador da campanha de Flordelis nas eleições do ano passado, quando ela foi eleita deputada federal.

Dois filhos de FLordelis – Lucas dos Santos e Flávio dos Santos – já são réus pela morte do pastor Anderson. Após indiciá-los, a polícia abriu um novo inquérito para continuar as investigações.