Anterior

ANTERIOR

Ataque com faca em ônibus na Alemanha deixa vários feridos

20/07/2018

Giro pelo Mundo

Equador confirma a morte dos jornalistas sequestrados

Presidente do Equador confirmou a morte de repórter, fotógrafo e motorista do jornal equatoriano El Comercio

Fonte: R7 / com informações agências internacionais | 13/04/2018 - 16:15
Equador confirma a morte dos jornalistas sequestrados

O presidente do Equador, Lenín Moreno, confirmou em coletiva de imprensa a morte dos jornalistas e do motorista do jornal El Comercio, sequestrados no dia 26 de março em uma região próxima à fronteira com a Colômbia, nesta sexta-feira (13).  

Os funcionários do periódico — o fotógrafo Paúl Rivas, o repórter Javier Ortega e o motorista Efraín Segarra —  foram raptados na cidade de Mataje enquanto realizavam seu trabalho. Na noite de quinta-feira (12), o presidente chegou a abandonar a Cúpula das Américas em Lima, no Peru, após receber fotos do que seriam os corpos das vítimas.

Moreno havia ordenado que os sequestradores, dissidentes da Farc conhecidos como 'Frente Oliver Sinisterra', apresentassem provas de vida das vítimas até 10h50 da manhã desta sexta-feira (13) — 12h50 no horário de Brasília. "Basta já! Caso contrário, iremos com toda a força, sem contemplações, sancionar esses violadores dos direitos humanos e de todos os princípios da solidariedade", disse Moreno, de acordo com o El Comercio.