Anterior

ANTERIOR

Quarta onda de gafanhotos no Quênia deve ser oito mil vezes maior que anterior

29/06/2020

Próximo

PRÓXIMA

China encontra vírus da gripe em porcos e fala em possível nova pandemia

30/06/2020

Giro pelo Mundo

Argentina faz novo ataque contra nuvem de gafanhotos na fronteira

Primeiros ataques mataram 15% dos 40 milhões de insetos. População está perto do Brasil, mas frente fria pode acabar espantando praga

Fonte: R7 / Foto: Divulgação/Senasa | 29/06/2020 - 16:10
Argentina faz novo ataque contra nuvem de gafanhotos na fronteira

A Argentina fez o terceiro ataque contra a nuvem de gafanhotos perto da fronteira com o Brasil no domingo (28).

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) postou no Twitter vídeos da operação e técnicos dizem que a população dos insetos está diminuindo.

Em um dos vídeos postados é possível ver um dos técnicos usando um produto químico diminuir ainda mais a população de gafanhotos na região, além de garantir que a equipe vai continuar monitorando os insetos.

Na última semana, os gafanhotos se tornaram um grande problema para a região rural da Argentina, com uma nuvem de até 40 milhões de insetos se deslocando pela área.

Os ataques anteriores da Argentina mataram 15% da população de gafanhotos na nuvem, segundo informações do Sindicato das Empresas de Aviação Agrícola do Brasil (Sindag), que garante que o país tem aeronaves prontas para combater os insetos, caso eles cruzem a fronteira.

Existia um grande risco dos gafanhotos chegarem até o Brasil pela fronteira com o Rio Grande do Sul, mas a frente fria que chegou no país durante o final de semana pode manter os insetos longe, já que eles preferem climas quente.