Anterior

ANTERIOR

Bolívia: presidente eleito diz que Morales não terá papel no governo

21/10/2020

Giro pelo Mundo

Explosão de caminhão-tanque deixa ao menos 28 mortos na Nigéria

O acidente ocorreu por volta das 8h, horário de pico da circulação de alunos do ensino fundamental e também de estudantes universitários

Fonte: R7 / com informações EFE e Reuters / Foto: Haruna Yahaya/ Reuters/ 23.09.2020 | 24/09/2020 - 16:35
Explosão de caminhão-tanque deixa ao menos 28 mortos na Nigéria

A explosão de um caminhão-tanque que transportava gasolina na cidade de Lokoja, capital do estado de Kogi, no centro da Nigéria, causou pelo menos 28 mortes nesta quarta-feira (23), de acordo com as autoridades locais.

O caminhão teria perdido o controle e batido em diversos veículos antes de explodir, segundo explicou o comandante do Corpo de Segurança Rodoviária local, Idris Fika Ali, à "Agência de Notícias Nigeriana" (NAN).

O acidente ocorreu por volta das 8h (hora local; 4h em Brasília), horário de pico da circulação de alunos do ensino fundamental e também de estudantes universitários, que estão entre as vítimas fatais, além de um grupo de pessoas que esperava por transporte em um ponto de ônibus.

Os bombeiros demoraram mais de uma hora para chegar ao local do acidente, informou o jornal local "Premium Times".

"Esta trágica perda de vidas, veículos, propriedades e outros bens na explosão é muito triste", disse o porta-voz do governador de Kogi, Onogwu Muhammed, em comunicado.

A falta de manutenção de estradas, que se encontram em condições muito precárias, e a imprudência dos motoristas são as principais causas do grande número de acidentes de trânsito que ocorrem na Nigéria.

No país, o transporte de derivados do petróleo entre os estados produtores do sul e o resto do país é realizado, em grande escala, por caminhões-tanque que circulam por estas vias precárias.

Lokoja, por sua vez, faz parte da rota que liga a capital da Nigéria, Abuja, à cidade de Benin, capital de Edo, um estado produtor de petróleo.