Anterior

ANTERIOR

Senador cristão já evangelizou 13 chefes de Estado nos EUA

21/02/2017

Universo Cristão

Lista Mundial da perseguição mostra países hostis ao cristianismo

Sri Lanka e Mauritânia voltam para lista; Afeganistão sobe para o terceiro lugar; e a Coreia do Norte ocupa o topo, pelo 15º ano consecutivo

Fonte: Portas Abertas | 11/01/2017 - 08:00
Lista Mundial da perseguição mostra países hostis ao cristianismo

Diante de tantas guerras civis, conflitos e turbulências pelas quais o mundo passa, acompanhar o noticiário internacional se tornou um desafio. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 30% do mundo está em guerra e destas, pelo menos metade tem motivos religiosos.

Assim, a perseguição ao cristão tem aumentado, tanto nas formas de violência, quanto de pressão e ameaças. 

A Portas Abertas, organização mundial com mais de 60 anos de atuação, publica anualmente os 50 principais países, em que manter a fé cristã pode custar a vida. Segundo dados da organização, hoje existem cerca de 215 milhões de pessoas perseguidas (com diferentes graus de violência e pressão) em todo o mundo. Os números parecem exagerados, mas a pesquisa é minuciosa e conta com a auditoria das principais universidades da Europa. Segundo dados da pesquisa, países da África representam um terço desses países e têm seus conflitos principalmente motivados pela guerra civil e, sobretudo, pelo comando de grupos islâmicos extremistas, como BokoHaram, Seleka e Al Shabaab, que atuam intensivamente na região. Outro país africano, a Mauritânia, volta à Lista Mundial 2017, pois além do extremismo muçulmano que declarou o país como islâmico, a nação é governada há 30 anos por um sistema ditatorial. 

A Lista Mundial da Perseguição 2017, traz outros números que merecem atenção. Pelo 15º ano consecutivo, a Coreia do Norte ocupa o topo da lista, sendo que cem por cento dos cerca de 300 mil cristãos do país são perseguidos por sua fé. Destes, mais de 200 mil estão presos em campos de trabalhos forçados, em péssimas condições de vida e saúde, com pouca alimentação, submetidos a torturas e severas tarefas diárias. 

Por fatores de perseguição diferentes, mas não menos hostis, o Sri Lanka aponta mais uma vez no Mapa da Perseguição, tendo como principal meio de perseguição, grupos radicais budistas. Aliás, quando os olhos do mundo estão virados para o radicalismo muçulmano, corre por fora dois outros grupos não menos radicais, que tem sido fatores de perseguição em diversos países do mundo: o budismo e o hinduísmo. 

A Lista Mundial da Perseguição é a única pesquisa desta espécie no mundo e completa este ano 25 anos de trabalhos. 

Top 10
Os dez primeiros países que compõem a Lista Mundial da Perseguição, são: 

1º Coreia do Norte
2º Somália
3º Afeganistão
4º Paquistão
5º Sudão
6º Síria 
7º Iraque
8º Irã
9º Iêmen
10º Eritreia

Além desses, dois países da América Latina ainda estão na Lista 2017: México (41º) e Colômbia (50º). Para saber mais acesse www.portasabertas.org.br/listamundial e veja a lista completa de países, seus perfis e a atuação da Portas Abertas em cada região.

 

COLUNISTAS