Anterior

ANTERIOR

Cristãos vivem ameaçados por grupo extremista islâmico no Quênia

29/05/2017

Universo Cristão

Relatório indica que a situação dos cristãos pode piorar na Índia

Depois que aumentou o poder do partido nacionalista no país, aumentou também o número de crimes de ódio, violência contra as minorias religiosas e conversão forçada ao hinduísmo

Fonte: Portas Abertas | 17/02/2017 - 12:00
Relatório indica que a situação dos cristãos pode piorar na Índia

Uma onda de nacionalismo motivado por questões religiosas, nos últimos anos, fez a Índia subir duas posições na Lista Mundial da Perseguição. Em 2016, o país ocupava a 17ª posição e agora está na 15ª. Conforme o atual relatório lançado este mês pela Comissão dos EUA sobre Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF), esta liberdade no país e o respeito aos direitos humanos depende de emendas substanciais à Constituição indiana de forma a alterar suas leis, caso contrário, a igreja vai continuar vivendo sob pressão.

A USCIRF afirma que, por um lado, a Constituição da Índia enfatiza a “igualdade legal geral” de seus cidadãos e ainda proíbe a discriminação baseada na fé. Por outro lado, “existem leis estaduais e nacionais que não cumprem os padrões internacionais de liberdade ou religião”. É uma contradição que se apoia na “lei anti-conversão” que funciona em sete estados indianos. Além disso, existe também a discriminação baseada em castas. Leia Dalits cristãos são discriminados na Índia para saber mais.

Depois que aumentou o poder do partido nacionalista hindu BJP, de Narendra Modi, aumentou também o número de crimes de ódio, há mais boicotes sociais, violência contra as minorias religiosas e conversão forçada ao hinduísmo. O relatório acusa a Índia de se afastar de suas fundações seculares, democráticas e pluralistas para se tornar um país onde “as minorias religiosas testemunharam uma deterioração de seus direitos”.  Sendo assim, a tendência é que a situação piore ainda mais para a comunidade cristã.