Anterior

ANTERIOR

Professor é premiado após usar Bíblia para ensinar história a presos

22/09/2017

Universo Cristão

Mexicano é preso e expulso de sua região por ser cristão

Lauro e sua esposa eram constantemente humilhados em público pelo fato de terem se convertido ao cristianismo

Fonte: Guia-me / com informações do Watch Monitor | 17/03/2017 - 17:00
Mexicano é preso e expulso de sua região por ser cristão

Depois de enfrentar espancamentos, prisões e de ser expulso de sua região, o mexicano Lauro Pérez Núñez e sua família pretendem começar uma nova vida em outro local. Ele e sua esposa Amália, convertidos ao cristianismo, receberam a ordem de deixar La Chachalaca, em Oaxaca, no sul do México, em 2015, pela primeira vez.

O casal que tem quatro filhos era constantemente humilhado em público. Disseram-lhes que não queriam eles na vizinhança porque eles se converteram e não “queriam mais pertencer à uma igreja tradicionalista”.

Em menos de um ano, Lauro foi preso quatro vezes, além de ser espancado ao tentar defender sua irmã de uma multidão irritada. Em maio do ano passado, o World Watch Monitor passou a cuidar dessa família, dois meses depois de terem voltado para La Chachalaca, apenas para descobrir que ainda não eram bem-vindos.

Agora eles moram em Ayotzintepec, também em Oaxaca, que fica a duas horas e meia de distância de sua antiga comunidade. Depois de meses vivendo em uma pequena sala na parte de trás de uma igreja, eles finalmente conseguiram sua própria casa, construída com a ajuda de outros cristãos.

Seus filhos - Alma (12), David (11), Arnold (9) e Levy (2) - estão se instalando em sua nova escola. E neste ano, Lauro e Amalia iniciaram uma empresa familiar, um pequeno restaurante no centro do Ayotzintepec, chamado "Maná del Cielo" (Maná do Céu, em tradução livre).

Uma nova história

Eles oferecem uma variedade de alimentos, incluindo pratos regionais, como tacos, sopas, queijo e frango empanados. Em uma entrevista por telefone, Lauro disse ao   que a ideia para este negócio veio de sua esposa.

"No começo eu tinha outro tipo de negócio em mente, mas ela me convenceu de que isso era melhor", disse ele. "Você vê, nós já tínhamos experiência neste tipo de coisa porque quando vivemos na Cidade do México, nós preparamos e vendemos comida para as pessoas lá, a mesma coisa que nós estamos fazendo aqui”, comentou.

"É um lugar simples, cobrindo uma área que é de seis metros de comprimento por quatro metros de largura. Não tem paredes, mas tem uma cerca em toda a volta e o telhado é feito de chapas de aço galvanizado", ressaltou.

A propriedade pertence à tia de Lauro. Ela concordou em alugá-lo para eles, e o custo do trabalho de remodelação será tirado do aluguel. "Nossa visão é que com este negócio nós possamos ganhar a vida fora dele", disse Lauro. "A nossa família é grande com muitas despesas, mas estamos confiantes de que Deus continuará nos protegendo e provendo nossas necessidades”.