Anterior

ANTERIOR

Sacerdote deixa hinduísmo ao entrar em uma igreja pela primeira vez: `Senti o rio de Deus´

17/11/2017

Universo Cristão

Prestes a se enforcar, homem se depara com livro evangelístico e desiste de suicídio

Eduardo estava se preparando para se enforcar quando se deparou com um livro que recebeu de evangelistas. Depois de ler a primeira página, sua vida nunca mais foi a mesma

Fonte: Guia-me / com informações Mundo Cristiano | 14/07/2017 - 17:00
Prestes a se enforcar, homem se depara com livro evangelístico e desiste de suicídio

Uma campanha evangelística realizada por cristãos em Cuba tem impactado milhares de pessoas no país, incluindo aqueles que foram resgatados da morte física.

Eduardo entrou em depressão desde que sua esposa decidiu atravessar o estreito da Flórida, como parte de uma rede de tráfico de seres humanos para os Estados Unidos.

Morando sozinho no bairro onde passou sua infância, o suicídio passou a ser uma ideia frequente em sua cabeça. “Eu ia para minha casa devastado. Eu não conseguia dormir. Comecei a ouvir vozes e estava ficando louco”, disse Eduardo ao site Mundo Cristiano.

“Tente procurar ajuda dos babalaôs (sacerdotes da religião iorubá), mas eles nunca podiam me atender. Eu decidi acabar com a minha vida. Eu queria me enforcar e sempre escutava uma voz: ‘Se pendure! Se pendure!’”, acrescentou Eduardo.

Alguns dias antes, Eduardo foi até o lugar onde ele costumava realizar apostas ilegais e foi abordado por alguns homens que estavam lá para evangelizar. Seus colegas se recusaram a receber um livro composto por testemunhos de fé, mas Eduardo levou o material para casa.

Na noite em que marcou para se suicidar em um matagal, Eduardo estava se preparando em sua casa e se deparou com o livro antes de sair. “Eu eu achei um endereço dentro de um pequeno cartão e pensei: ‘Essa vai ser minha última tentativa’”, afirmou.

“Eu fui procurar ajuda com um pastor ou alguém para me aconselhar, por causa da voz que me dizia para eu me matar. A igreja estava toda iluminada. Eu bati na porta e um irmão me atendeu. Entrei na igreja chorando como uma criança”, conta.

O livro ajudou Eduardo a encontrar o caminho para mudar a sua vida e, segundo ele, teve “poder de transformar”. O material faz parte de uma campanha evangelística que impactou a cidade de Havana em fevereiro e março, por meio de ações sociais, culturais e esportivas.

A iniciativa é resultado dos esforços de dezenas de denominações e conseguiu alcançar mais de 55 mil cubanos, como Eduardo.