Anterior

ANTERIOR

Palestinos pedem que países islâmicos reconheçam Jerusalém como sua capital

12/12/2017

Universo Cristão

Douglas Clay é o novo presidente da Assembleia de Deus nos Estados Unidos

Eleição ocorreu nesta quarta-feira (09), durante o Concílio Geral da AD nos EUA reunida em Anaheim

Fonte: Ag.org | 10/08/2017 - 17:10
Douglas Clay é o novo presidente da Assembleia de Deus nos Estados Unidos

Douglas E. Clay (foto) é o novo superintendente-geral das Assembleias de Deus dos Estados Unidos, eleito ontem à tarde, após George O. Wood, então presidente e que ocupou o cargo por 10 anos, retirar seu nome da disputa.

Wood pediu aos eleitores do Concílio Geral em Anaheim que não o considerassem mais para o cargo depois que três votações não conseguiram produzir a maioria necessária de dois terços para reeleição.

“Foi um maravilhoso privilégio para mim servir 24 anos", declarou Wood, que serviu 14 anos como secretário-geral antes de sua eleição como superintendente-geral. "Foi o privilégio de uma vida".

Na sequência da terceira votação eleitoral, a lista de candidatos encolheu para os três principais candidatos a voto. Mas Wood ainda não tinha os 1.865 votos necessários para a eleição.

Foi quando Wood se dirigiu ao microfone com o anúncio de que ele acreditava que o Espírito Santo o levava a se afastar. "Há uma sensação de que uma nova direção é necessária", disse Wood, que completa 76 anos em 1 de setembro. "Não tomo isso como uma afronta pessoal. Seguindo o curso da sabedoria, peço-lhes que olhem em outra direção para superintendente-geral. Eu solicito respeitosamente que meu nome seja retirado".

Os outros cinco membros da Equipe de Liderança Executiva da Assembleia de Deus nos EUA – incluindo o atual tesoureiro-geral Douglas Clay – abraçaram Wood no palco enquanto a multidão lhe dava uma longa ovação acompanhada de muitos aplausos. Clay, com 54 anos, é o membro mais novo do Liderança Executiva atual.

Wood serviu como superintendente-geral desde o Concílio Geral em Indianápolis em 2007. Ele sucedeu Thomas E. Trask, que optou por se afastar no meio do seu mandato. Wood foi superintendente-assistente do Distrito da Califórnia do Sul de 1988 a 1993, e passou pelo Newport-Mesa Christian Center em Costa Mesa, Califórnia, por 17 anos antes disso.

Sob a liderança de Wood como superintendente-geral, surgiram novas iniciativas, incluindo a AG Trust, que arrecadou mais de 23 milhões de dólares para plantação e revitalização de igrejas, bolsas de estudo e múltiplas iniciativas e recursos novos. A Rede de Multiplicação da Igreja também foi estabelecida, levando a 3.307 novas igrejas a serem adicionadas durante a última década. Mais de 25% das igrejas da Assembleia de Deus nos EUA de hoje foram iniciadas durante o mandato do Dr. Wood.

Wood também era um campeão das liberdades religiosas. Como advogado, ele pôde prestar depoimentos fortes e abalizados em defesa das liberdades religiosas e aos ataques contra a igreja nos EUA ao longo de seu mandato.

Em sua aceitação, Clay foi acompanhado por sua esposa, Gail. Ele imediatamente voltou a atenção para Wood, solicitando que os presentes honrem a Wood e sua esposa, Jewel, por sua contribuição para a AD em todo o mundo. Ele então prometeu em oração dar o melhor para a igreja na nova função.

"Nunca vou preencher os sapatos", disse Clay, dirigindo-se a Wood, "mas me basearei na grande base que você e outros construíram".

Como tesoureiro-geral, Clay inicialmente preencheu o termo não expirado de James K. Bridges, que renunciou em 2008 após 15 anos no escritório. Anteriormente, ele serviu como presbítero-executivo da região dos Grandes Lagos, como superintendente da Rede do Ministério de Ohio de 2004 a 2008, como diretor nacional de jovens (1995-1997) e como diretor juvenil de Ohio (1989-95). Ele também foi pastor sênior da Assembleia de Deus do Calvário em Toledo, Ohio, de 1997 a 2004.