Anterior

ANTERIOR

Rio de Janeiro recebe o Seminário Liderança Criativa da Academia EVERGREEN

18/08/2017

Universo Cristão

Soldado cristão morto no Egito foi perseguido por causa da sua fé

Joseph Helmy tinha 22 anos e ia se casar em outubro; assim que completou o treinamento foi mandado para as Forças Especiais e morto seis horas depois

Fonte: Portas Abertas | 11/08/2017 - 17:00
Soldado cristão morto no Egito foi perseguido por causa da sua fé

A família de Joseph Helmy, de 22 anos, um soldado cristão morto no mês passado, afirmou que ele foi perseguido por causa da fé. Ele completou o treinamento no exército e foi enviado para as Forças Especiais de Al-Salaam, que fica numa estrada deserta do Cairo e, seis horas depois foi levado para o hospital, onde foi declarado morto. As autoridades do exército alegaram que ele morreu logo após um ataque epiléptico, durante o qual ele se debateu repetidas vezes, mas a família disse que ele não teve antecedentes de convulsões e que todo o seu corpo estava coberto de hematomas.

Um relatório do hospital alega que os ferimentos sofridos apontam para um crime. Quatro soldados foram presos por suspeita de terem torturado Helmy. Familiares acreditam que eles tinham intenção de matar. Em 24 de julho, os soldados foram interrogados em tribunal, onde confessaram ter agido sob a instrução do oficial de supervisão, o capitão Mohammad Turk, mas ele não foi acusado por “falta de provas”.

“Nossa família temia um ataque do Estado Islâmico, mas meu filho não foi morto por jihadistas e sim pelos próprios soldados do estado, dentro de uma instituição do nosso país, que o hostilizou por causa de sua identificação religiosa”, lamenta o pai. O advogado que defende a família, Ramses Al-Nagar, apontou as semelhanças entre a morte de Joseph Helmy e a de Bishoy Kamel, que morreu em novembro de 2015 na mesma unidade.

O líder cristão da igreja onde Helmy era membro disse que o jovem era bom e amado por todos: “Ele era honesto, simples e teve um forte relacionamento com Deus. Ele estava planejando se casar em outubro. Que Deus venha consolar todos os familiares e amigos por essa grande perda”.