Anterior

ANTERIOR

Programa baseado na Bíblia ajuda pessoas com traumas a encontrarem cura emocional

19/08/2019

Universo Cristão

Meninas cristãs são tiradas de suas famílias e obrigadas a casar com muçulmanos

Apesar de ser comum para grupos militantes, como o Boko Haram, a prática não se limita apenas a esses grupos. O problema é que casamento de menores de idade é permitido em alguns estados

Fonte: Portas Abertas | 10/01/2019 - 17:00
Meninas cristãs são tiradas de suas famílias e obrigadas a casar com muçulmanos

Garotas cristãs em estados governados pela sharia (lei islâmica) no nordeste da Nigéria estão sob sérias ameaças de sequestro, violência sexual e casamento forçado. Apesar de ser comum para grupos militantes, como o Boko Haram, a prática não se limita apenas a esses grupos. O problema é que casamento de menores de idade é permitido em alguns estados. Foi isso que aconteceu com Helen, de 13 anos, quando estava indo para a igreja.

Yunusa e sua esposa Salomie ficaram inconsoláveis. Por mais de um ano, tiveram incontáveis noites sem dormir, sentindo a falta de Helen e se preocupando com as circunstâncias enfrentadas por ela. “Helen é uma garota vibrante. Ela é obediente, temente a Deus e respeitosa. É inteligente e costumava ser a melhor da turma. Eu gastei muito dinheiro para colocá-la em uma escola particular para que recebesse a melhor educação disponível. Agora, parece que tudo foi em vão”, Yunusa lamenta.

Na manhã seguinte ao desaparecimento, Yunusa relatou sobre Helen ao chefe da vila. Uma busca foi iniciada imediatamente. No mesmo dia, o pai recebeu uma ligação para informá-lo que sua filha tinha sido encontrada. Ela estava no palácio do rei. Imediatamente foi até lá para buscar Helen, mas foi informado que sua filha tinha se casado com um muçulmano. Helen estava trancada em um quarto e era negado acesso aos pais. Apenas o marido podia estar com ela.

Após duas semanas, Helen teve permissão para ver os pais e outras pessoas na vila. “Ela vai voltar se quiser”, o rei disse aos pais. Ao perguntarem para Helen se conhecia Yunusa e Salomie, ela respondeu que eles eram seus pais. “Você quer voltar para casa com eles?”, perguntaram e ela respondeu em pranto: “Eu quero ficar com meu marido”. Salomie ficou devastada.

Quando a Portas Abertas soube o que aconteceu, visitou os pais e com parceiros locais, ajudou os pais com fundos para contratação de um advogado. O caso, porém, se arrasta há mais de um ano. Helen sempre diz que quer ficar com o marido, fazendo com que a corte encerre o caso de sequestro e casamento forçado. No entanto, em particular, Helen disse que quer voltar para casa, mas teme por sua vida. O advogado apelou à Justiça Federal de recursos, mas não houve novos desenvolvimentos.

Pedidos de oração

- Interceda para que ao Senhor trabalhe no coração de Helen.
- Ore por sabedoria para o advogado, enquanto lida com os procedimentos da justiça.
- Peça por paz na mente dos pais.