Anterior

ANTERIOR

Dono de livraria é preso por vender Bíblia no Irã

18/09/2019

Universo Cristão

Projeto arqueológico no Monte do Templo revela artefatos do tempo de Davi

O projeto `The Temple Mount Sifting´ descobriu diversos artefatos das épocas de Davi e Salomão em destroços do Templo em Jerusalém

Fonte: Guiame / com informações CBN News / Foto: The Temple Mount Sifting Project | 12/06/2019 - 11:30
Projeto arqueológico no Monte do Templo revela artefatos do tempo de Davi

O Monte do Templo em Jerusalém nunca foi escavado publicamente. No entanto, um projeto de construção ilegal, há vinte anos, desencadeou descobertas sobre seu passado, de acordo com a CBN News.

Em 1999, o grupo muçulmano responsável pelo Monte do Templo, o Waqf islâmico de Jerusalém, começou a construção de uma grande mesquita subterrânea. Eles violaram uma lei que proíbe construções não autorizadas e, durante o projeto, despejou toneladas de destroços no Vale do Cedron.

Arqueólogos israelenses começaram a vasculhar os destroços em 2005, na esperança de encontrar artefatos que apontam para o Templo judeu. Ao longo dos anos, o projeto “The Temple Mount Sifting” descobriu um tesouro repleto de artefatos.

“O projeto de peneiramento do Monte do Templo é uma aventura arqueológica cujo objetivo é encontrar a prova empírica do que havia no Monte do Templo milhares de anos atrás”, disse Shlomo Zwickler, da organização American Friends of Beit Orot.

Ao longo de sua história, milhares de voluntários trabalharam no projeto de peneiramento, o tornando o maior projeto arqueológico da história. Desde o seu início, o projeto descobriu enormes evidências arqueológicas.

“Temos até agora, cerca de meio milhão de descobertas. A grande maioria do material é do primeiro período do Templo, a partir do 10º século a.C., que é o tempo de Davi e Salomão. E isso anda de mãos dadas com o relato bíblico , disse o diretor do projeto, o arqueólogo israelense Gabi Barkay.

Alguns acreditam que a evidência do projeto valida a conexão entre os judeus e a cidade de Jerusalém. “É muito simples. Não há projeto que mostre melhor do que este. Isso prova que tudo o que dissemos, sonhamos e oramos sobre isso é verdade”, disse o pesquisador Zvi Koenigsberg.

“Sabemos de onde viemos, é claro, com base em nossa fé, em nossa herança, mas também com base na evidência empírica que encontramos onde estávamos”, acrescentou Zwickler.

Barkay afirma que a importância do Monte do Templo para o povo judeu é profunda.    

“Primeiro de tudo, o Monte do Templo é a alma, o coração e o espírito do povo judeu. É mencionado e apontado mais de vinte vezes no Novo Testamento. É um ponto focal no ministério de Jesus, e deveria ser um dos pilares da civilização ocidental. É também o sítio arqueológico número um no país. E provavelmente um dos sítios arqueológicos mais importantes do mundo”, observa.

Os pesquisadores acreditam que mais descobertas estão por vir. “Este projeto de peneiramento será algo realmente importante para pessoas do mundo todo colocarem suas mãos e trabalharem através do solo que veio do próprio templo, de algum ponto de sua história”, disse Stephen Pfann, da Universidade da Terra Santa.