Anterior

ANTERIOR

Evangelista é sequestrado e espancado por muçulmanos, na Noruega

11/12/2019

Universo Cristão

Em dez anos, número de cristãos aumenta de 10 mil para 500 mil na Argélia

Em 2008, havia 10 mil crentes no país africano; em 2019, são mais de 500 mil, de acordo com estimativas de organização cristã

Fonte: Guia-me / com informações SAT-7 / Foto: Reprodução/SAT-7 | 19/07/2019 - 16:50
Em dez anos, número de cristãos aumenta de 10 mil para 500 mil na Argélia

O maior país árabe do mundo, que já abrigou os fenícios, romanos, otomanos e franceses, agora abriga um número crescente de cristãos, apesar da significativa perseguição. A Argélia está em 22º lugar na Lista Mundial da Perseguição da Portas Abertas.

O país, que fica no norte da África, é formado por 95% de muçulmanos, e os crentes enfrentam pressões intoleráveis da família e vizinhos que militam contra a expressão aberta de sua fé, junto com as leis anticonversão e de blasfêmia, segundo a Portas Abertas.

Apesar disso, durante a última década a igreja cristã cresceu rapidamente na Argélia.

“Em 2008, havia uma estimativa de 10 mil cristãos; até 2015, esse número cresceu para 380 mil. Acredito que agora possa chegar a 500 mil”, observa o Dr. Rex Rogers, presidente da SAT-7 dos EUA.

Ele atribui uma parte do crescimento à programação cristã por satélite que produzem e transmite para a Argélia e outros países do norte da África.

Joshua Project, que também acompanha o crescimento da igreja, confirma que há pelo menos 600 mil cristãos professos na Argélia, “um enorme aumento impulsionado pelo Espírito Santo”.

Rogers informa ainda que “há agora uma igreja em rápido crescimento no norte da Argélia, com 1.000 fiéis. Tantos estão vindo a Cristo que a cada poucos meses eles realizam um serviço de batismo onde 60 a 100 novos crentes declaram sua nova fé”. Esta igreja, segundo ele, já plantou 14 filiais no país.

Testemunhos

Uma mulher berbere compartilhou o seguinte testemunho pela emissora: “Eu era casada aos 16 anos; meu pai escolhera um homem como meu marido, alguém que eu não conhecia. Eu sofri muito com ele; ele estava sempre me batendo, mesmo sem qualquer motivo. Espancamentos e surras são parte da masculinidade em nossa sociedade”, explicou.

A mulher contou que implorava ao marido que se divorciasse dela, mas ele recusava. “Depois de 23 anos de sofrimento, meu marido ouviu falar de Jesus Cristo e O aceitou como seu Senhor e Mestre. Sua personalidade mudou. Ele não é mais aquele homem durão. Ele compartilhou comigo sobre o Deus da esperança. Com os olhos fechados, aceitei Jesus, que mudou a vida do meu marido, e também meus dois filhos e minha filha”.

O marido contou que tinha um estilo de vida depravado. “Eu roubei; Eu era um ladrão. Eu abusei de drogas durante um período de 17 anos. Eu destruí minha vida sozinho”, lembra.

“Então um milagre aconteceu depois que eu acreditei no Messias. Eu parei de abusar de drogas completamente. Eu entreguei minha vida ao Senhor. Eu senti como se nunca tivesse tomado drogas por dia na minha vida. Deus derramou Sua paz e segurança em meu coração ferido. O peso que eu carregava nos meus ombros por tanto tempo foi tirado. Deus mudou minha vida completamente”, testemunhou o homem.

Ele conta que “hoje agradeço a Deus pelo grande trabalho que fez em minha vida. Jesus é meu amigo íntimo, de quem não posso separar! Glória a Deus, louvai o nome do Senhor. Isso não é ficção. Eu chamo aqueles que querem desistir de drogas. Espero que, como Deus produziu um milagre em minha vida, ele também produza muitos milagres em suas vidas”.

Outra mulher que suportou uma vida doméstica abusiva também compartilhou sobre um encontro com Jesus. Ela conta que o viu “através de uma luz misteriosa” que entrou em seu quarto no meio da noite.

“Meu marido era alcoólatra. Ele me batia severamente e me amaldiçoava o tempo todo. Uma vez ele me bateu até eu desmaiar”, conta a mulher, dizendo que então algo incomum aconteceu.

“Uma noite eu estava dormindo; por volta das 2:00 da manhã, vi uma luz verde deslizar pela sala. Eu vi a luz refletir através da parede e gritei alegremente. ‘Oh alegria, oh alegria, oh alegria. Nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Senhor Jesus Cristo!’”, lembra.

Ela conta que começou a celebrar. “Sim, a luz de nosso Senhor Jesus Cristo estava brilhando. Eu vi a luz de Cristo com meus próprios olhos naquele dia”, testemunha.

Inspirada por sua história, seu marido e filhas começaram a seguir a Jesus. "Acorde do seu sono", ela diz para aqueles que ainda não acreditaram. “Cristo é o caminho. Cristo é a verdade, o doador da vida. Cristo é o que dá a paz. Acordem, irmãos e irmãs! O caminho de Cristo é o caminho da misericórdia. Não há vida separada de Cristo”.