CPADNews

Plenário do Senado aprova indicação de André Mendonça para ministro do STF

Ex-ministro da Justiça foi sabatinado por oito horas sobre temas como independência em relação ao governo, democracia e Estado laico

Plenário do Senado aprova indicação de André Mendonça para ministro do STF

Por 47 votos a 32, o advogado, ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União André Mendonça foi aprovado, nesta quarta-feira (1º), pelo plenário do Senado e será o novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), em substituição a Marco Aurélio Mello, que se aposentou em julho.
 
Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, Mendonça foi sabatinado durante oito horas na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. O colegiado aprovou a indicação por 18 votos a 9. No plenário, ele obteve seis votos a mais que o necessário.
 
Depois da votação, Mendonça agradeceu a senadores da Frente Parlamentar Evangélica e disse que a aprovação é "um salto para os evangélicos", que, passarão a ter um representante no Supremo Tribunal Federal. Mendonça é pastor da Igreja Presbiteriana Esperança, em Brasília.
 
A data de posse de André Mendonça ainda será agendada pelo presidente do STF, ministro Luiz Fux.
 
Com informações G1 / Foto: Reprodução (02.12.21)