CPADNews

Trabalhadores são afastados devido ao avanço da Ômicron

No setor de construção civil, as empresas registram afastamento de até 30% dos funcionários

Trabalhadores são afastados  devido ao avanço da Ômicron

O avanço da variante Ômicron do novo coronavírus e da influenza começa a afetar vários setores econômicos e começou a causar o afastamento de funcionários de empresas que trabalham com construção civil, bancários, aviação, entre outros segmentos. 

Alguns canteiros de obras já registram afastamento de até 30% do seu quadro funcional pelas doenças, de acordo com balanço preliminar feito pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Segundo levantamento da Federação Única dos Petroleiros (FUP), com base nos últimos dados obtidos junto à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os petroleiros, o avanço dos casos de Covid-19 saltou de sete para 15 confirmados nas plataformas em operação na costa, entre 29 de dezembro e 5 de janeiro.

Dados do Sindicato dos Bancários de São Paulo mostra que, desde a última sexta, 150 agências foram fechadas por falta de pessoal suficiente, devido a casos confirmados entre os funcionários.

Entre as companhias aéreas, o últimos dias têm sido de dificuldades em parte da operação. A Latam registrou o cancelamento de 42 voos domésticos e internacionais por causa da Covid-19 na terça-feira.

 

Com informações: Extra On Line / Foto: Divulgação/Internet (12.01.22)