CPADNews

Personagens de desenho da Netflix dizem `todes´ e `amigues´

Animação utiliza a linguagem neutra para `normalizar´ a ideologia de gênero para as crianças

Personagens de desenho da Netflix dizem `todes´ e `amigues´

Uma série animada, dispónível no serviço de streaming Netflix, tem abordado a linguagem neutra em seu roteiro, com o objeitvo de "normalizar" a homossexualidade e a ideologia de gênero para crianças em idade pré-escolar.

Ridley Jones – A Guardiã do Museu é protagonizado por uma menina de seis anos, Ridley, que mora em um Museu de História Natural onde as peças de exposição tomam vida enquanto o museu está fechado ao público.

A trama do episódio da quarta temporada é recheada de linguagem neutra, com um dinossauro falando “todes” e duas múmias egípcias homossexuais que chamam os amigos de sua filha de “amigues”.

Veja um trecho no vídeo abaixo:

 

Distrital pede retirada de desenho da Netflix

Na noite da última quinta-feira (22), o vice-presidente da Câmara Legislativa do DF, Rodrigo Delmasso, protocolou no MPDFT um pedido de retirada da série do catálogo da Netflix.

O parlamentar defende que a animação fere o artigo 17 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Lei nº 8069/90.

 

Fonte: Senso Incomum/ Com informações Correio Braziliense - Foto: Reprodução vídeo