CPADNews

Nova Zelândia prorroga confinamento após novos casos

Pelo menos 2 milhões de pessoas em Auckland vão continuar em casa depois que infecções por variante delta foram registradas

Nova Zelândia prorroga confinamento após novos casos

A primeira-ministra Jacinda Ardern anunciou, nesta segunda-feira (13), que Auckland, na Nova Zelândia, permanecerá em estrito confinamento por pelo menos uma semana adicional por causa da circulação da variante delta da covid-19.

Segundo ela, os dois milhões de habitantes da cidade precisam respeitar a ordem de permanecer em casa após a detecção de vários "casos misteriosos" que não foram vinculados a nenhum dos focos existentes.

O país impôs um confinamento nacional em 17 de agosto, quando descobriu o primeiro caso, no entanto a medida foi suspensa fora de Auckland na semana passada porque aparentemente todos os novos casos foram detectados naquela cidade.

Ardern rejeitou flexibilizar o confinamento total de Auckland antes de 21 de setembro, mas disse que a cidade poderia passar a um nível de alerta menor dentro do sistema de quatro que o país tem como resposta ao vírus.

Ainda segundo a ministra,  mesmo com 33 casos locais registrados, ainda é cedo para flexibilizar as restrições.

 

Da Redação do CPAD News / Com informações R7 e AFP / Foto: Divulgação/Internet (13.09.21)