CPADNews

Mercosul lança campanha digital contra o feminicídio

Iniciativa defende anonimato em denúncias de violência contra mulheres

Mercosul lança campanha digital contra o feminicídio

Nesta quinta-feira (25), países que integram o bloco sul-americano lançaram uma campanha digital para sensibilizar seus cidadãos a combater o feminicídio.

A ação é promovida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, visto que o Brasil atualmente exerce a presidência temporária do Mercosul, e será veiculada nos canais digitais de comunicação das pastas da Justiça, do Interior e da Segurança dos países-membros do bloco.

O campanha possui o slogan "Mercosul livre de Feminicídio", e tem reforçado a importância do anonimato nas denúncia. No Brasil, a Central de Atendimento à Mulher (Ligue180), atende ligações gratuitas de todo o país, 24h por dia.

Os países-membros do Mercado Comum do Sul são o Brasil, a  Argentina, o Paraguai e o Uruguai. Por descumprimento de normas do bloco, a Venezuela está suspensa do Mercosul desde 2016. A Bolívia, o Chile, o Peru, a Colômbia, o Equador, a Guiana e o Suriname são países associados ao grupo, criado na década de 1990.

 

CPAD News/  Com informações Agência Brasil - Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado