CPADNews

Sadhu indiano está há 45 anos com braço direito levantado

Devido ao longo período na mesma posição, o braço de Amar Bharati está atrofiado

Sadhu indiano está há 45 anos com braço direito levantado

Em 1973, o Sadhu indiano Amar Bharati era casado, pai de três filhos e trabalhava em um banco indiano, mas decidiu abandonar tudo para dedicar sua vida a Shiva, uma divindade hindu. Para servir verdadeiramente às suas crenças religiosas, ele decidiu levantar o braço direito e mantê-lo assim enquanto vivesse. Já se passaram cerca de 45 anos e, devido ao longo período na mesma posição, o braço dele ficou atrofiado.

Segundo o site britânico Unilad, o início foi bastante doloroso para Bharati. Depois de aproximadamente dois anos, a agonia começou a diminuir e logo ele perdeu qualquer sensação no braço direito, que se atrofiou. E mesmo que ele quisesse abaixar o braço, provavelmente não conseguiria sem uma preparação extensa, por causa do dano permanente ao nervo e à perda de circulação.

Shadus são uma espécie de santos vivos do hinduísmo. Eles abdicam das vestimentas e de bens materiais e são capazes de suportar difíceis provações em nome da fé. 

 

Da Redação do CPAD News / Com informações: Portal Terra / Foto: Reprodução/Twitter/@V_Shuddhi (07.12.21)