CPADNews

Cristã é expulsa de casa

Após a conversão dela, o marido pediu divórcio e a expulsou de casa em Bangladesh

Cristã é expulsa de casa

A cristã Rubina* morava em uma pequena vila no sudoeste de Bangladesh junto com o marido e duas filhas, mas agora ela não tem onde ficar. A família dela a expulsou porque ela passou a seguir Cristo. Há cerca de cinco meses, Rubina se deparou com uma pequena igreja na aldeia, onde o pastor local estava ensinando sobre a Bíblia. 

Ela se interessou pelo que o pastor falava e quis saber mais. Por não ser cristã, ela tinha medo de entrar na igreja. Então, ela ouvia o culto do lado de fora do prédio, por uma janela, e ia regularmente para ouvir o ensino. Um dia, o pastor local a notou e percebeu que nunca a tinha visto antes. Quando percebeu que Rubina estava ouvindo as aulas de domingo do lado de fora, saiu para se apresentar a ela. 

O pastor perguntou a Rubina o que ela estava fazendo fora do salão e ela respondeu: "Eu amo o ensino, então estou ouvindo. Eu gostaria de entregar minha vida a Jesus e compartilhar isso com meu marido." Rubina correu para casa para contar ao marido sobre Jesus e como ela decidiu segui-lo. Mas o marido ficou muito zangado e bateu nela até feri-la em vários lugares do corpo. 

O marido de Rubina avisou-lhe para nunca mais ir à igreja e a impediu de continuar ouvindo os ensinamentos sobre Jesus, mas a cristã não conseguiu parar. Ela sabia que Jesus era real, e queria saber mais. Por isso, passou a ouvir os ensinamentos em segredo, mas foi pega e foi agredida novamente. (Essa notícia continua) 

*Nome alterado por segurança.

 

Fonte: Portas Abertas (19.07.21)