CPADNews

ONG arrecada US$ 28 milhões e contrata aviões para resgatar 7 mil cristãos no Afeganistão

A organização cristã The Nazareth Fund fretou 20 boeings 757 para a missão

ONG arrecada US$ 28 milhões e contrata aviões para resgatar 7 mil cristãos no Afeganistão

Com o objetivo de evacuar cristãos do Afeganistão, a organização cristã especializada em resgates humanitários The Nazareth Fund arrecadou o valor de 28 milhões de dólares para contratar 20 boeings 757.

De acordo com o radialista americano Glenn Beck, em vídeo divulgado na segunda-feira (23) em suas redes sociais, a ONG conseguirá resgatar cerca de 7 mil cristãos no total.

Glenn usou a sua visibilidade nas mídias para divulgar a arrecadação e afirma que em apenas 3 dias seu público contribuiu com mais de 22 milhões de dólares para financiar a evacuação dos cristãos afegãos. Na última atualização, o fundo já somava 28,6 milhões.

"Enquanto dormíamos, o The Nazareth Fund estava ocupado carregando aviões. Este foi o segundo avião de refugiados cristãos do Afeganistão saindo de Cabul. Temos muitas pessoas na pista agora, esses cristãos de que falamos, e mais estão vindo. Contratamos no mínimo 20 [boeings] 757, todos alinhados e prontos para partir. Até o final da semana, seremos capazes de mover 7 mil cristãos. É notável”, escreveu ele na segunda-feira. 

O radialista compartilhou, na última terça (24), que um terceiro voo já havia decolado em direção a um destino seguro, levando 1.220 cristãos .

Nesse momento, é necessário intensificar as orações para que outros países recebam os crentes afegãos como refugiados. Glenn ressaltou que em algumas nações as pessoas ficam receosas de serem vistas ajudando esses refugiados, pensando estarem se colocando em risco de retaliação. “A guerra espiritual está acontecendo agora. Tudo foi uma batalha. É uma batalha do bem contra o mal ”, disse.

Entretanto, ele afirma que muitos países estão dispostos a ajudar: “Tem havido uma resposta incrível da comunidade internacional. O Zimbábue disse que aceitará cristãos. Esse é um país lutando contra si mesmo. Tivemos uma incrível quantidade de países que aceitarão cristãos", afirmou Glenn.

 

CPADNews/ Com informações Guiame e CBN News - Foto: Reprodução facebook/Glenn Beck