CPADNews

Cristãos em treinamento no Laos necessitam de oração

As preparações passaram a ser online devido a pandemia da COVID-19

Cristãos em treinamento no Laos necessitam de oração

Os colaboradores da Portas Abertas ministram treinamentos para os aldeões no Laos desde o início da pandemia da COVID-19, em 2020. Algumas preparações ficaram inviáveis de serem realizadas de maneira presencial e muitas passaram a ser online. Com o aumento dos casos no país recentemente e os bloqueios mais rigorosos impostos pelo governo em várias áreas, os cooperários optaram por continuar apenas com os treinamentos online, mesmo que isso signifique maiores desafios.

“Espero que esta não seja a última vez que servimos ao Senhor juntos, mas apenas o começo. Aprendi muito, especialmente em me alegrar como uma resposta bíblica em tempos de perseguição", disse Boun*, um pastor do Norte do Laos que foi preso na fronteira do Vietnã por servir a Cristo. Ele foi detido por alguns dias e a polícia disse para ele parar o trabalho. Ele foi então preso várias vezes depois e chegou a ficar 6 meses preso — o maior tempo que passou na cadeia. Após esse período, ele começou seu “ministério de cura”, em que ora por cura e milagres para os doentes.

 “É a primeira vez que faço um treinamento online com participantes não reunidos em uma sala. A conexão com a internet, ter um laptop funcional ou um bom celular foram grandes desafios. Eu normalmente treino pessoas mais jovens ou líderes jovens, esta é a primeira vez que estou treinando pessoas mais velhas de maneira online. Eles são os únicos que passaram por perseguição, enquanto eu sou um cristão jovem de um país mais livre ensinando-os sobre perseguição", compartilhou David*, um dos treinadores da Portas Abertas.

O treinamento Permanecendo Firme Através da Tempestade (PFAT) é projetado e contextualizado pela Portas Abertas. No curso, os cristãos são conscientizados da perseguição relacionada à fé e são ensinados a responder de maneira bíblica à perseguição e ao sofrimento. 

 

*Nomes alterados por segurança.

 

Da Redação do CPAD News / Com informações Portas Abertas (08.09.2021)