CPADNews

Talibã detém aviões fretados por ONGs cristãs, e mantém 100 americanos como reféns

Outros 1.500 refugiados, teriam sido impedidos de voar, embora já estivessem em aviões no aeroporto

Talibã detém aviões fretados por ONGs cristãs, e mantém 100 americanos como reféns

A CBN News publicou nesta terça-feira (7), que um importante republicano no Congresso afirmou que cidadãos americanos estão sendo mantidos como reféns pelo Talibã.

De acordo com o deputado americano Michael McCaul (R-Texas) ao Fox News, no domingo, os voos estão sendo detidos porque o Talibã quer que os EUA os reconheçam como governo legítimo do Afeganistão. 

A organização cristã Nazareth Fund, do conservador e radialista americano Glenn Beck, e a instituição de caridade Mercury One, fretaram seis aviões particulares para retirar civis do Afeganistão. Mas, segundo o representante de uma ONG, o Talibã suspendeu os voos após uma ruptura nas negociações com o Departamento de Estado dos EUA.

O Newsweek afirmou na segunda (6), que mais de 100 americanos, junto com outros 1.500 refugiados, foram impedidos de voar, embora já estivessem em aviões no aeroporto.

Um funcionário de uma ONG disse ao Newsweek, que outros três voos de evacuação - sendo dois em um avião fretado pela organização internacional de desenvolvimento Sayara e um pela Goldbelt, Inc., uma corporação do Alasca - também foram detidos pelo Talibã e aguardavam pela liberação. Entre os passageiros desses, ao menos 19 eram americanos e um número não especificado de afegãos.

No final de agosto, o CPAD News publicou que a Nazareth Fund havia arrecadado o valor de 28 milhões de dólares e contratado 20 boeings 757 para transportar civis em segurança. Na ocasião, Glenn comemorava o fato de terem conseguido resgatar ao menos 7 mil cristãos do território afegão. 

 

CPAD News/ Com informações CBN News e Newsweek  - Foto: Reprodução vídeo