CPADNews

Pregador de rua chinês é libertado de sua sexta detenção, só em 2021

Chen Wensheng foi detido pela última vez no dia 26 de setembro

Pregador de rua chinês é libertado de sua sexta detenção, só em 2021

Chen Wensheng, pregador de rua da cidade de Hengyang na província de Hunan, foi libertado da prisão mais uma vez nesta segunda-feira (11). Só esse ano, foi a sexta vez que a polícia prende o chinês, por pregar a Palavra.

O CPAD News tem compartilhado os repetidos casos de detenções de Chen pelas autoridades locais, que aconteceram duas vezes em janeiro, uma em maio e duas vezes em junho, e a mais a recente, no dia 26 de setembro, sendo liberado apenas no início desta semana.

Após sua libertação, o pregador fez uma publicação em suas redes sociais:

“Aleluia! Graças à graça de Deus, à presença do Senhor e às orações com amor da minha família. Depois de ser detido no Centro de Detenção Henyang por 15 dias por pregar o Evangelho, esta manhã fui mandado para casa pela polícia e um líder local do Departamento da Frente Unida. Eles já partiram, o que significa que posso pregar as Boas Novas novamente", escreveu.

Segundo as informações da China Aid sobre a prisão no dia 26, os policiais de Qingshan teriam batido na porta de Chen, afim de impedí-lo de participar do serviço de domingo. De acordo com o relato, ele foi levado para a delegacia, onde as autoridades insistiram para que ele desistisse de pregar o Evangelho nas ruas, e como resposta, Chen compartilhou a Palavra com os policiais.

A mãe do pregador, que tem 84 anos, já foi detida uma vez junto com o filho, por evangelizar na rua. Sua família também tem sido constantemente intimidada pelas autoridades locais, que ameaçam de demissões de seus empregos públicos, caso Chen não interromper suas atividades.

 

CPAD News/ Com informações International Christian Concern e China Aid - Foto: China Aid