CPADNews

Terroristas do Boko Haram matam 4 civis nos Camarões

País é o 42 º mais perigoso do mundo para ser um cristão, de acordo com a Lista da Portas Abertas

Terroristas do Boko Haram matam 4 civis nos Camarões

Terroristas do Boko Haram atacaram uma região no extremo norte de Camarões, e mataram pelo menos quatro civis, nesta quarta-feira (10).

De acordo com Vohot Deguime, prefeito de Mokolo, uma cidade perto da fronteira com Nigéria, o ataque aconteceu no município de Tourou por volta de 20h, no horário local, onde três homens e uma mulher foram mortos, e outros quatros ficaram feridos.

A violência no extremo norte país, é ainda maior para os cristãos, que sofrem intensa perseguição e um grande número de casos de assassinatos pelo Boko Haram, que busca se livrar dos que eles chamam de “infiéis”, e estabelecer um estado islâmico.

International Christian Concern (ICC) afirma que, "este aumento da violência segue-se à medida que o país continua a travar uma batalha entre as populações anglófona e francófona".

A organização que monitora a perseguição religiosa no mundo, conta que, "a `crise anglófona´ iniciou em 2017, quando separatistas em Camarões começaram a tentar criar uma nova nação conhecida como Ambazonia. Esta crise deixou o governo e o país abertos a ataques de grupos como o Boko Haram, que usam a confusão e o caos para organizar ataques, roubar suprimentos e matar civis", explica a ICC.

Lista Mundial da Perseguição de 2021, divulgada pela Portas Abertas, apontou Camarões como o 42 º  país mais perigoso do mundo para ser um cristão.

 

Redação CPAD News Com informações International Christian Concern (ICC) - Foto: Reprodução vídeo