CPADNews

Estudantes cristãos egípcios sofrem ataque liderado por professores

Aluno teve seu pingente de cruz destruído e foi agredido por outros alunos e professores

Estudantes cristãos egípcios sofrem ataque liderado por professores

A International Christian ConcernI (ICC) noticiou nesta quinta-feira (18), um incidente de violência contra estudantes cristãos, liderado por professores da escola Al-Thawra em Ezbat Beshri, na cidade de Minya, no Egito.

Segundo a organização, após os alunos receberem a ordem, do diretor da escola e professores, de remover qualquer joia com uma cruz, foram espancados por outros alunos e professores da instituição de esino. De acordo com fontes locais, a escola oferece o ensino fundamental e médio. 

O incidente teria acontecido no início de novembro, quando uma professora atacou um aluno cristão, destruiu seu pingente de cruz, e em seguida, encorajou os outros alunos a fazerem o mesmo. Ao retornarem para casa, os alunos relataram os incidentes aos pais coptas, que agiram contra a escola.

Na comunidade cristã copta no Egito, é comum que os crentes tatuem uma cruz no pulso ou usem colares ou pulseiras com uma cruz.

Em relação ao posionamento do conselho que rege que as instituições de ensino escolar na região, a ICC informou, que "relatórios conflitantes não deixam claro se alguma ação foi tomada contra a escola pelo conselho educacional. O papel dos professores e líderes administrativos no incidente é particularmente concernente à retórica ensinada aos jovens, pois foram os adultos que lideraram a perseguição contra as crianças cristãs" afirma a organização.

 

 

CPAD News/ Com informações International Christian ConcernI (ICC) - Foto: Ilustrativa/ Pixabay.com