CPADNews

50 anos de independência dos Emirados Árabes Unidos

Cristãos enfrentam perseguição velada e proibição de compartilhar a fé

50 anos de independência dos Emirados Árabes Unidos

Os Emirados Árabes Unidos comemoram 50 anos de Independência nesta quinta-feira (2). O pais conhecido pelo luxo e ostentaçãodos é composto por sete monarquias: Abu Dhabi, Dubai, Xarja, Ajmã, Umm al-Quwain, Ras al-Khaimah e Fujeira, e está localizado na Península Arábica, no Oriente Médio.

No entanto, ser um cristão ainda é um grande desafio no país. Apesar de atualmente estar na Lista de Países em Observação 2021, na 53ª posição, a federação ocupava a 47ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2020, e a 45º em 2019.

Cristãos ex-muçulmanos enfrentam pressão da família e da comunidade local. Os cristãos expatriados são livres para adorar sozinhos e em suas igrejas, mas o governo não permite que eles evangelizem ou orem em público.

Por temer consequências graves, é quase impossível aos convertidos revelar sobre a nova fé em Cristo; por isso são raros os relatos de cristãos sendo mortos ou prejudicados nos Emirados Árabes Unidos.

 

Com informações: Portas Abertas (02.12.21)